Como Estabelecer Limites Saudáveis Para as  Crianças

Comece a sentir-se melhor hoje!

Conecte-se com seu terapeuta hoje e assuma o controle de sua vida, assim como nossos 700.000 clientes satisfeitos.

Estabelecer Limites Para O Seu Filho

Acha difícil estabelecer limites para o seu filho? Cede e dá facilmente o que eles querem quando choram ou tentam irritá-lo pedindo constantemente alguma coisa?

Tal como as fronteiras que separam fisicamente os países, existem fronteiras tangíveis e intangíveis nas relações humanas. Os limites ajudam-o a organizar as suas relações com amigos e familiares e a proteger-se.

A relação entre pais e filhos tem um caráter mais próximo e íntimo do que a relação com amigos e familiares. As crianças mantêm uma relação estreita com os pais, tanto no útero como depois de nascerem. Como pai, pode pensar no estabelecimento de limites como a linha que traça à sua volta para definir onde o seu filho começa e termina1.

Uma criança que inicia uma relação sem limites com os seus pais para todas as suas necessidades físicas e emocionais depois de nascer vai continuar a testar os limites dos seus pais, mesmo sabendo que pode satisfazer as suas próprias necessidades nas fases posteriores da vida.2.

Indicadores de Crianças que Ultrapassam Limites

Nas relações próximas que tem com os seus filhos, pode ter dificuldade em reconhecer que limites estão a ser testados e ultrapassados. Pode ler exemplos de situações em que os limites são ultrapassados por crianças abaixo:

  • Não bater à porta
  • Interromper
  • Invadir a privacidade
  • Pedir aos outros que façam coisas que eles podem fazer sozinhos
  • Invadir a vida privada dos pais
  • Fazer birra quando não conseguem o que querem

O que pode ser feito para lidar de maneira saudável com os incansáveis testes de limites das crianças?

O papel dos pais quando os filhos ultrapassam os limites

As crianças também podem ter dificuldade em aprender a respeirtar os limites depois de entrarem num mundo sem eles. O papel dos pais nesse sentido é inegável. Os pais desempenham um papel importante na aprendizagem dos filhos e na manutenção de limites, às vezes pelo que fazem e às vezes pelo que não fazem.

Pode confundir os limites para o seu filho quando:1

  • Faz algo por eles que eles podem ou devem fazer por si mesmos
  • Questiona constantemente e julga o seu filho sobre o que ele está fazer
  • Faz do seu filho o foco da sua vida e negligencia-se
  • Partilha muito sobre a sua vida com o seu filho e age como um amigo em vez de um pai
  • Reage exacerbadamente aos sentimentos do seu filho
  • Simpatiza-se e reconhece os sentimentos deles, em vez de ter empatia por eles

Formas de estabelecer limites saudáveis para as crianças

Setting Boundaries for Children and Adolescents

Seja claro sobre os limites

Pode indicar claramente o que fazer e o que não fazer na situação, em vez de estabelecer regras gerais3, 4.

Seja consistente ao definir limites

Os limites que estabelece não devem ser alterados pelas tentativas das crianças de estabelecer limites. Ser consistente agora é importante para a criança aprender os limites e as expectativas sobre os limites futuros3, 4.

Concentre-se em si mesmo, não no seu filho

Controlar constantemente o seu filho para que os limites que deseja estabelecer para ele não sejam ultrapassados pode causar tensão entre os pais e o filho, dependendo do período de desenvolvimento da criança. Conflitos e até teimosia podem surgir dessa tensão.

Um dos passos mais importantes para estabelecer limites como pai é não abrir mão dos seus limites para controlar o seu filho, porque quando se concentra em controlá-lo, pode, na verdade, ultrapassar os seus próprios limites. Também é importante ser um modelo ao ensinar ao seu filho os seus próprios limites1.

Não tenha expectativas perfecionistas

Não espere que as regras e limites que estabeleceu para o seu filho sejam seguidos à risca. Como adulto, não pode obedecer às regras que estabelece no trabalho ou com o seu cônjuge e tem que lidar com a saída da sua posição que vem de fatores externos.

Pode apoiar o que seu filho é capaz, em vez de ter expectativas perfeccionistas em relação ao seu filho que está apenas a descobrir limites2.

Comunique eficazmente

A maneira de estabelecer limites para os seus filhos é a comunicar com eles. Se comunicar com eles mantendo os seus limites, poderá ser um modelo a seguir por eles para expressarem respeitosamente as suas expectativas e necessidades, ou seja, protegerem os seus limites.2.

Tente ter empatia

Pode perguntar aos seus filhos como é que se sentem quando têm um problema no seu círculo de amigos ou nos limites consigo, quando alguém invade os seus limites, ou pode pedir-lhes que partilhem consigo como se sentem quando os seus limites são invadidos. Dessa forma, pode ajudá-los a pensar mais sobre como experienciar e causar emoções negativas5.

Enfatize que os limites são mútuos

Os limites não são apenas um conjunto de regras para restringir o seu filho. Proteger os limites do seu filho e os seus próprios tornará mais fácil para si estar ciente das suas necessidades fisiológicas e psicológicas e regular as suas emoções, pensamentos e comportamentos em diferentes papéis e contextos5. Definir limites para o seu filho e ao mesmo tempo enfatizar que os limites são mútuos pode ajudá-lo a adaptar-se mais facilmente.

Seja um modelo para os seus filhos

Quando as crianças nascem, o seu primeiro ambiente social é a família. Portanto, eles estão bastante inclinados a aprender modelando os comportamentos que observam na família. Quando serve de exemplo para estabelecer limites e protegê-los, será mais fácil e útil estabelecer limites e ajudar seu filho a protegê-los.

A importância e os benefícios de estabelecer limites para as crianças

A Couple in Need of Couples Therapy

1. Empatia

Os limites estabelecidos para as crianças também determinam os limites da interação social. Quando as crianças aprendem a estabelecer limites para si mesmas, também aprendem a respeitar os outros. Portanto, ser capaz de ter empatia torna mais fácil para a criança compreender o que os outros querem e precisam, bem como o que ela mesma quer e precisa5.

2. Confiança

É difícil para uma criança existir sem saber o que fazer e o que não fazer num mundo cheio de fronteiras, porque num mundo cheio de incertezas e de muitas coisas que não aprendeu, a criança precisa de conhecimento e de um limite para estabelecer para si mesmos. Portanto, os limites serão úteis para evitar que as crianças se sintam inseguras e para reforçar o seu sentimento de segurança. Os limites garantirão rotina e previsibilidade para elas2.

3. Autopercepção

Não estabelecer limites para as crianças diminui ou distorce a sua autopercepção. A incapacidade de uma pessoa aprender limites quando criança pode levar a uma estrutura de personalidade narcisista.

Como resultado, a criança pode acreditar que tudo e todos ao seu redor são obrigados a atender aos seus desejos e necessidades, e pode ser afetada negativamente quando não consegue o que deseja2. Para uma personalidade saudável e um senso de identidade, é importante que as crianças aprendam quais são õs seus limites./p>

4. Equilíbrio de poder

Quando os pais não estabelecem limites claros ou não permitem que os filhos controlem o que precisa ser decidido em casa pelos adultos, o equilíbrio de poder muda para a criança. Isso é prejudicial para pais e filhos2.

5. Autodisciplina

Estabelecer limites para as crianças contribui para melhorar as suas capacidades de autodisciplina. Uma criança que cresce com limites saudáveis pode aprender o que deve e o que não deve fazer e, no futuro, pode desenvolver estratégias para controlar com sucesso os seus próprios sentimentos, pensamentos e comportamentos.6.

6. Habilidades de Confronto

Estabelecer limites ensina as crianças a lidar com as emoções e experiências negativas que enfrentam e com as quais têm dificuldade em lidar quando os limites são estabelecidos. Ajudar a criança a vivenciar e compreender esta emoção e a desenvolver habilidades para lidar com ela, em vez de desistir da criança que tem experiências negativas quando confrontada com limites, é útil para o desenvolvimento saudável da criança6.

Conclusão

Um dos benefícios mais importantes da relação próxima entre pais e filhos são os limites, e é muito difícil estabelecer, proteger, evitar que sejam violados e adaptar-se a eles. No entanto, este processo desafiador é uma jornada que provavelmente resultará em muitas habilidades e experiências positivas tanto para pais como para os filhos.

Se tiver problemas em estabelecer limites para o seu filho ou lidar com os problemas que vêm com isso, a terapia online com os psicólogos especialistas da Hiwell pode apoiá-lo nesta jornada para uma relação mais saudável com os seus filhos!

*Os artigos no nosso site não fornecem aconselhamento médico e são apenas para fins informativos. Uma doença não pode ser diagnosticada com base nos artigos. Uma doença só pode ser diagnosticada por um psiquiatra.